Maykel Osorbo

Maykel Osorbo
Maykel OsorboFoto © Maykel Osorbo

Maykel Castillo Pérez, mais conhecido como "El Osorbo" ou Maykel Obsorbo, é um rapper contestatário cubano nascido em Havana em 20 de agosto de 1983. De origem humilde e autodidata, Obsorbo é, juntamente com Luis Manuel Otero Alcántara, um dos líderes do Movimento San Isidro (MSI) em Cuba e um dos rostos mais importantes na luta que cada vez mais jovens ativistas cubanos travam contra o regime da ilha.

Em 2015, Maykel foi preso por sua música controversa Por ti señor, na qual acusa Fidel Castro de ser o responsável pelos males e pela situação precária em que o povo cubano se encontra. 'Por ti señor es que la injustica existe, por ti señor mi gente se siente triste, tú fuiste el que prometiste cosas que no cumpliste'.

Em 25 de setembro de 2018, depois de oferecer um concerto na La Madriguera (sede da Associação Hermanos Saiz de Havana), onde, juntamente com outros artistas, se pronunciou contra o Decreto 349, Maykel foi preso em sua casa. Em março de 2019, foi levado a julgamento e condenado a um ano e meio de prisão (seis meses a mais do que a petição do Ministério Público), sob a alegação de agressão a um policial. Maykel foi libertado em dezembro do mesmo ano.

Desde esse momento, o seu incansável trabalho como ativista tem resultado em uma série de detenções, abusos policiais e assédio por parte dos órgãos de Segurança do Estado aos seus amigos e família, e ele mesmo tem sido vítima de maus-tratos e agressões por parte dos agentes da polícia cubana.

Em agosto de 2020, foi notícia por costurar a boca como sinal de protesto contra o assédio e repressão constantes aos quais estava sujeito.

No dia 18 de novembro de 2020, entrou em greve de fome e sede juntamente com Luis Manuel Otero Alcántara na sede do Movimento San Isidro, quando agentes da Segurança do Estado cortaram o fornecimento de comida e confiscaram os alimentos e o dinheiro da vizinha que os ajudava. Posteriormente, juntaram-se à greve a escritora Katherine Bisquet Rodríguez, Iliana Hernández, o ativista Esteban Rodríguez e o trabalhador por conta própria Osmani Pardo.

Alcántara e Obsorbo apresentaram um estado de saúde deteriorado. A principal demanda dos grevistas era a libertação de Denis Solís, também membro do Movimento San Isidro.

Em dezembro de 2020, Maykel fez parte da colaboração entre os populares grupos cubanos Orishas e Gente de Zona, que gravaram juntos com ele e Funky a música "Ojalá Pase".

Obsorbo e Funky uniram suas vozes em faixas como "DIAZCARAO", na qual criticam a gestão do presidente cubano Miguel Díaz-Canel e toda a camarilha que lidera o governo cubano, e em "De que me van hablar", na qual pedem liberdade para Cuba e reivindicam sua luta pela democracia e pelos direitos humanos.

O seu último tema com o Funky, O Empurrão de Alpidio, surgiu após os eventos de 27 de novembro, nos quais o Ministro da Cultura Alpidio Alonso usou da violência contra os manifestantes reunidos em frente ao Ministério da Cultura para pedir a libertação de vários artistas e ativistas detidos.

Em 5 de fevereiro de 2021, junto com Luis Manuel Otero Alcántara, após terem driblado a vigilância a que estão submetidos em seus respectivos bairros, chegaram ao Capitolio de Havana para exigir a renúncia do ministro da Cultura, Alpidio Alonso.